Skip to content

ENTREVISTA COM LIA CLARK

Convidamos a drag brasileira Lia Clark pra bater um papo rápido sobre seu hit Trava Trava, fãs, meio LGBT e a noite de Sampa. Confira!

bm: De onde veio a inspiração pro hit Trava Trava?

Lia: Bom Lia! Primeiramente eu quero agradecer, né, pelo convite do Boy Magia, vamos arrasar hein! Então, a inspiração veio de uma curiosidade com o termo “Travar”, que eu sempre ouvia no funk popular. Eu ficava me perguntando, gente, o que é isso? Trava, travar? Parece meio óbvio, meio explícito, mas eu queria explorar o termo. Daí, na Parada do Orgulho LGBT de SP do ano passado, eu comecei a cantar do nada “Não tenho dó nem piedade” e fiquei assim a Parada inteira! Um amigo meu até postou um vídeo com essa frase como legenda, porque a gente não parava de cantar isso. Nesse dia, o Pedrowl, produtor da música, estava lá, e o resto vocês já sabem.

bm: Como tem sido a reação do público?

Lia: Bapho, né gente?! Eu achava que todo mundo ia me xingar, falar: “Que palhaçada é essa? Gente, tira essa menina daí! Essa drag não sabe cantar!” Mas o povo soube comprar a ideia, que é se divertir, dançar, mexer a bunda, escutar no esquenta etc. Todo lugar em que vou fazer show o povo me trata super bem e fala que está viciado na música! Quanto à minha família, acho que eles não sabem, pelo menos não da minha boca. São universos diferentes.

bm: Você levanta alguma bandeira?

Lia: A comunidade LGBT tem que arrasar junto. Ficar de picuinha dentro do meio só vai deixar as coisas mais difíceis. Sendo gay e tendo vários amigos gays, sei o que a gente passa na pele, e imagino o quanto as outras siglas também sofrem. Nós temos que nos juntar, combater o preconceito e educar a próxima geração a ser mais respeitosa com a nossa causa. O famoso “A união faz a força”.

bm: Como é sua relação com a noite paulistana?

Lia: Quando eu tinha por volta de 16 anos, menti pra minha mãe dizendo que ia pra uma cidade vizinha no interior e vim pra São Paulo. Fiquei deslumbrada, chocada! A música na noite paulistana arrasa, e de segunda a segunda você tem lugar pra ir. Como algumas pessoas sabem, eu comecei trabalhando como DJ. Conheci muita gente, fui muito bem acolhida aqui. Existem algumas cobras, mas isso tem em qualquer lugar. De todas as noites em que já pude festejar ou trabalhar, SP é a melhor, é inigualável!

bm: Lia Clark tem um boy magia?

Lia: Ai, gente, então… Lia Clark está à procura de um homem, né? Aloka (Risos). Na verdade, na minha vida eu não tenho nenhum boy magia, mas nos meus pensamentos eu tenho vários. Ian Somerhalder do Vampire Diaries é o boy dos meus sonhos, se eu pudesse escolher um homem pra passar a vida junto seria  ele. Pra sempre. Se ele estiver lendo isso, eu te amo! Aloka!

Ouça o hit Trava Trava:

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailfacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Be First to Comment

Deixe uma resposta